Dicas para Ter uma Relação Sexual Segura

A segurança na hora do sexo é algo que não pode faltar, mas apenas usar camisinha não é o bastante. Confira algumas dicas para que você possa manter uma relação sexual segura em todos os sentidos.

1 – Não julgue pela aparência

beleza-nao-e-tudo

Acreditar que uma pessoa bonita e bem vestida está livre de doenças é um erro muito comum. Diversos vírus e bactérias podem ser transmitidos através do sexo, e nem sempre as doenças se manifestam de maneira visível. Algumas nem mesmo ocasionam sintomas algumas vezes, o próprio portador da doença pode não saber que a possui.

Sempre previna-se, mesmo com a mulher mais linda de todas ou o cara mais boa pinta. Nenhuma pessoa vem rótulo de saúde ou falta dela.

2 – Não se deixe seduzir cegamente

Durante as preliminares pode ser muita complicado controlar o desejo sexual, e às vezes a razão fica de lado para que o corpo possa responder aos seus instintos. Mas, é preciso que você não se deixe seduzir cegamente pelo momento, e lembre-se sempre de tomar cuidado em cada relação sexual.

3 – Tenha sempre um preservativo

Alguns homens costumam manter um preservativo guardado na carteira, mas essa pode não ser uma boa alternativa se você não controlar a qualidade do preservativo. Considere que a camisinha vai ficar velha dentro da carteira e pode ficar comprometida. Na carteira ela fica abafada e aquecida, e por isso pode perder sua validade antes do tempo.

É legal ter a camisinha por perto, seja no carro ou no bolso, mas lembre-se de trocar a camisinha caso ela esteja na carteira há muito tempo. Ou você pode preferir colocar a camisinha na carteira quando sair de casa com “más intenções”!

4 – Faça seus exames de rotina

Controlar a sua saúde é muita importante para manter uma relação sexual segura. Faça seus exames de rotina e peça também pelos exames de DSTs. Não é nenhuma vergonha fazer esses exames e eles apenas mostram que você tem uma vida sexual ativa e se cuida.

Sabendo tudo o quer está acontecendo com seu corpo, você pode prevenir problemas ou tratá-los logo no começo, reduzindo as chances de ser contaminado ou contaminar outras pessoas.

5 – Cuide da sua saúde bucal

As DSTs não são transmitidas apenas pelo contato dos genitais, mas também através do contato com a boca. Muitos vírus e bactérias estão presentes na saliva e podem penetrar a corrente sanguínea caso exista ferimentos na boca.

Por isso, é preciso também visitar o dentista regulamente, higienizar a boca da maneira certa, tratar ferimentos, cáries e aftas, para fechar qualquer porta de entrada para doenças.

6 – Observe qualquer anomalia em sua região genital

Homens e mulheres precisam conhecer seus corpos, então, não se sinta envergonhado de pegar um espelhinho e observar os seus genitais e sua região anal. Você precisa saber como está a saúde das partes íntimas e observar qualquer problema, como o aparecimento de rugas, feridas ou a presença de corrimentos.

Saber como o seu corpo e a situação natural do mesmo te ajuda a notar problemas que estão no começo e podem ser sinal de doenças.

7 – Evite usar medicamentos

Além dos cuidados que você deve ter com as DSTs e outras doenças, você também precisa ter cuidado com os métodos que utiliza para estimular a ereção. Muitos homens saudáveis fazem uso de medicamentos para tratar disfunção erétil, e com isso, colocam em risco sua saúde, já que esses medicamentos possuem efeitos colaterais perigosos. Veja essa reportagem:

 

Se você deseja melhorar o seu desempenho sexual, então procure métodos naturais para isso, mantenha uma boa alimentação, pratique atividades físicas e controle o estresse e a ansiedade para conseguir ter mais desejo sexual e também se sentir mais satisfeito.

8 – Escolha um local tranquilo

A pressa é uma das grandes inimigas do sexo seguro, porque então a relação acontece de repente, e com isso, os métodos preventivos acabam ficando de lado. Escolha um local tranquilo para o sexo, onde vocês não sejam interrompidos e possam aproveitar o momento com calma. A relação será mais prazerosa e dará tempo de se prevenir.

9 – Não tenha vergonha de exigir a camisinha

Muitas vezes um dos dois não quer fazer uso do preservativo e o outro, com vergonha ou por medo de contrair seu parceiro, acaba cedendo e abrindo mão da camisinha. Esse é um erro muito grande, já que ela precisa estar presente em todas as relações sexuais. Por isso, não se sinta envergonhado ou intimidado e exigir a camisinha, e se necessário, é melhor deixar para uma outra oportunidade do que se arriscar sem usar o preservativo.

10 – Faça sua higiene

Depois da relação sexual é muito importante fazer a higiene pessoal. Tome um bom banho para retirar de sua pele qualquer fluido corporal do parceiro, afinal, é nos fluidos que podem estar as bactérias e vírus causadores de doenças. Um bom banho pode te ajudar a se prevenir dessas doenças e também vai fazer o corpo acabar de relaxar depois do sexo.

Siga essas dicas e aproveite o sexo de um modo seguro para que ele seja ainda mais prazeroso.